Ex lateral da seleção, Roberto Carlos pode ir para a prisão por pensão atrasada

0

O ex-lateral da seleção, Roberto Carlos, está com a pensão alimentícia de dois filhos atrasada e pode ir para a cadeira. O valor chega a R$ 80 mil. Atual diretor de relações institucionais do Real Madrid, ele tem 11 filhos com várias mulheres diferentes. Desses, um menino de seis anos e uma menina de dois, são frutos do relacionamento com Barbara Thurler, com quem ficou de 2006 a 2015. As duas crianças não têm recebido pensão.

Segundo o colunista Leo Dias, a prisão do ex-jogador já foi pedida, porém ainda não decretada, e ele foi processado por abandono. O processo corre em segredo de justiça no fórum de Itaperuna, no Rio.

DEIXE UMA RESPOSTA